Aparecida avança em Gestão Municipal e está entre as 100 cidades com melhores índices do país, diz pesquisa


16 de agosto de 2018
Foto: Valdir Antunes

Em análise comparativa da evolução dos 100 maiores municípios brasileiros, Aparecida de Goiânia apresenta desempenho geral maior do que três capitais e sobe sete posições

Uma gestão pública transparente e que apresente resultados esperados. Estas são metas estabelecidas pelo prefeito Gustavo Mendanha, desde o início de sua administração e que visam o desenvolvimento da cidade e melhor qualidade de vida para a população de Aparecida de Goiânia. E como consequência de uma gestão eficiente, o município conseguiu subir sete posições alcançando o melhor desempenho e crescimento dentre as cidades goianas na última década no ranking do Índice de Desafio da Gestão Municipal (IDGM) que avaliou 100 cidades brasileiras com mais de 273 mil habitantes.

O estudo, feito pela Macroplan em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC), WeGov, Portal Meu Município e Colab e divulgado na última semana mostra ainda que Aparecida subiu oito posições de 2017 para 2018. A evolução dos municípios na década reúne a avaliação de quatro áreas críticas para a gestão pública: Educação, Saúde, Segurança e Saneamento e Sustentabilidade. No ranking geral dos municípios, as três maiores cidades goianas aparecem no relatório na seguinte posição: Goiânia (42ª), Anápolis (63ª) e Aparecida (89ª). “Temos trabalhado focados na melhoria da qualidade de vida das pessoas aliada ao crescimento e desenvolvimento da cidade”, pontuou Gustavo Mendanha.
Na área da Saúde, a cidade aparece na 60ª posição com desempenho maior do que oito capitais brasileiras: Teresina (PI), Porto Velho (RO), Salvador (BA), Recife (PE), Belém (PA), Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA), Maceió (AL). No ranking da Educação, Aparecida de Goiânia ocupa a 91ª posição e ficou a frente de duas capitais, Belém (PA) e Salvador (BA). Já na Segurança Pública, que é mais responsabilidade do governo estadual que das prefeituras, Aparecida de Goiânia aparece em 92º entre as 100 cidades com população maior que 273 mil habitantes. Uma evolução maior que Anápolis, em Goiás, e Belém, capital do Pará.

Outra área avaliada foi o saneamento básico. Aparecida conta hoje com cerca de 60% dos lares com rede de água tratada e quase 30% com rede de esgoto, e conforme o estudo os investimentos neste quesito tiveram boa avaliação. No levantamento, a cidade aparece em 90º, ficando à na frente de quatro capitas, sendo Manaus (AM), Rio Branco (AC), Belém (PA), Macapá (AP), Porto Velho (RO). “Temos sempre conversado com a empresa de saneamento do Estado para maior celeridade na implantação de benefícios nesta área, por se tratar de uma área que envolve principalmente a saúde pública. Assim, esperamos que a cidade esteja com os serviços universalizados até 2021”, comentou o prefeito.

Investimentos municipais

A melhoria da cidade no ranking do Índice de Desafio da Gestão Municipal (IDGM) que avaliou 100 cidades brasileiras com mais de 273 mil habitantes se deve aos muitos investimentos, em todas as áreas, no município. Na saúde foram investidos recursos na implantação de novas unidades para o atendimento à população. Nesses últimos 10 anos foram implantadas mais de 36 Unidades Básicas de Saúde sendo que quatro delas foram inauguradas em 2017 e construídas três Unidades de Pronto Atendimento 24h (UPA), que atendem por dia, cada uma, mais de 400 pacientes. “Inauguraremos mais quatro UBSs neste ano e além disso estamos equipando o primeiro Hospital Municipal, no setor Cidade Vera Cruz 2 e finalizando as obras do Centro de Especialidades”, comentou o secretário de Saúde, Alessandro Magalhães.

Na educação o investimento também foi destaque na melhoria do ensino. A cidade, que possuía apenas sete unidades de ensino infantil, hoje conta com 31 Centros de Educação Infantil (Cmeis) que atendem crianças de seis meses a cinco anos em tempo integral. Também foram construídas quatro escolas modelo, sendo duas de tempo integral para atender o ensino fundamental e firmados convênios com 18 instituições filantrópicas e privadas para atender mais crianças. “Com esse investimento ampliamos o número de alunos nas salas de aula, totalizando hoje mais de 40 mil crianças e adolescentes atendidos pela rede municipal de ensino. E nossa perspectiva é aumentar ainda mais, com a construção de 10 novos Cmeis que já estão em licitação”, pontuou a secretária de Educação, Valéria Pettersen.

Mesmo sendo atribuição do governo estadual, a prefeitura de Aparecida de Goiânia também investe na segurança pública. Visando melhorar a sensação de segurança da população, foram implantadas nos últimos anos 50 câmeras e uma Central de Videomonitoramento que capturam imagens 24 horas por dia em 360°. “As câmeras ajudam a coibir os atos criminosos e também na elucidação dos crimes. Temos ainda mais de 500 Guardas Civis municipais que atuam diuturnamente na proteção dos órgãos e praças públicas da cidade e consequentemente auxiliam a Polícia Militar no combate à criminalidade com rondas ostensivas diurnas e noturnas”, salientou o secretário de Mobilidade e Defesa Social, Luziano da Costa Vale.

Para saber mais sobre a pesquisa, basta acessar o site https://www.desafiosdosmunicipios.com/

Texto: Rafael Freitas

Mais Notícias