Atleta Aparecidense é destaque em eventos nacionais e internacionais


2 de março de 2018
Foto: Bruno Moreira - Esporte, Lazer e Juventude

Lucas Martins campeão Nacional de Taekwondo em 2018 se prepara para Panamericano de 2019

O Atleta Aparecidense Lucas Martins, que  foi Campeão no Grand Slam 2018 de Taekwondo, derrotando 22 competidores se reuniu na manhã desta sexta-feira, 02, com o secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Gefferson Aragão. Já classificado para o Panamericano de 2019, Lucas aproveitará as próximas competições seletivas para se preparar para a disputa e espera conseguir a bolsa atleta, projeto da Prefeitura. “Já estou classificado para representar o Brasil no Pan, mas antes ainda tenho três competições importantes, focando sempre no campeonato”, afirmou Lucas.

O secretário Municipal de Esporte, Lazer e Juventude Aparecida de Goiânia Geffeson Aragão, que recebeu o atleta em seu gabinete, falou da importância desse prêmio. “É gratificante ver o esporte de Aparecida evoluindo. E agora com a aprovação no final do ano passado da lei nº 3.388/2017, apelidada de “Aparecida Compete”, que prevê o incentivo aos atletas praticantes, disponibilizando auxílio financeiro por competição, será de grande valia, pois poderemos auxilá-lo nas competições”, salientou.

Lucas com apenas 22 anos de idade, aluno do professor Helder Silva Martins, que também é seu pai, treina na academia em sua casa no Parque Trindade I, no CT Helder Martins, onde desde os seus sete anos faz treinos diários para as competições. Seu professor falou da luta diária sem patrocínio e a felicidade de agora poder ser contemplado com a nova lei. “Fomos para o Rio com a cara, coragem e coração, contando com ajuda de familiarers e amigos para realizar esse sonho. Agora, com essa lei, pelo menos temos um incentivo a mais para nossos atletas. Aparecida precisava disso”, argumentou.

Com 16 atletas treinando em seu CT, Helder conta hoje com ajuda de voluntários e agora o apoio da prefeitura. “Quem quiser nos ajudar, seja pessoa física ou Jurídica, pode me ligar no telefone (62) 981982369, ou até mesmo nos procurar no Centro de Treinamento na Rua Idelfonso, qd 10, lote 30, Parque Trindade I”.

Incentivo ao esporte – A lei apelidada de “Aparecida Compete”, que prevê instituir a política de incentivo aos atletas praticantes de desportos de rendimento em modalidade olímpica ou paraolímpica, foi aprovada no dia 9 de novembro de 2017 pela Câmara de Vereadores de Aparecida, sendo sancionada pelo Prefeito Gustavo Mendanha No dia 30 de novembro. Também foi aprovada e sancionada a lei “Os Melhores do Esporte”, que criada por meio da Portaria nº 03/2016, de 31 de agosto de 2016, tornando-se um evento anual no calendário esportivo do município.

De acordo com o secretário de Esportes, a “Aparecida Compete” fornecerá auxílio financeiro por competição, considerando-se a classificação do atleta na categoria esportiva, nos seguintes valores individuais: R$ 400 reais para competições representando o município; já para competições sem representar o município, R$ 500 reais para categoria estadua; R$ 1 mil para categoria nacional e R$ 3 mil reais para categoria internacional.

No prêmio ‘Melhores do Esporte’, as indicações estarão limitadas às entidades e Associações do Desporto e Paradesporto de cada modalidade esportiva no município. Além dos atletas de melhor rendimento, também será premiado com troféu, o atleta e paratleta revelação, melhor técnico, melhor dirigente esportivo e impressa esportiva (narrador esportivo, comentarista, repórter, apresentador esportivo, etc).

“O evento foi feito em 2016 como forma de incentivo aos nossos atletas, só que precisávamos de uma lei que regulamentasse, tanto a premiação quanto o auxilio financeiro aos nossos atletas.Tenho certeza de que esse projeto desenvolverá bastante o esporte em Aparecida, disponibilizando recursos à esportistas olímpicos e paralímpicos. Nossa cidade passara a ter condição de competir. Queremos valorizar o esporte e mostrar para a sociedade aparecidense os atletas do município”, finalizou Gerffeson.

 

 

Texto: Lígia Mariani

Mais Notícias