Evento festivo promove aproximação entre família e comunidade escolar


8 de novembro de 2018
Foto: Wigor Vieira

Na tarde desta quinta-feira, 8, a Escola Municipal Municipal Luiz da Paixão Viana, no Setor Village Garavelo, estava decorada, os professores e funcionários administrativos estampavam um sorriso encantador e receptivo, os alunos estavam ansiosos pela chegada do momento em que iriam se apresentar para os pais, avós , avôs , tios e responsáveis. Estava tudo pronto e , às 15h30, começou mais uma ‘Festa da Família’ realizada todos os anos na instituição de ensino que recebe diariamente 467 crianças. Com o tema Família e escola, uma parceria que dá certo’, o evento movimentou o finalzinho de um dia frio para os padrões goianos de dezenas de famílias.

“Você é a escada da minha subida
Você é o amor da minha vida
É o meu abrir de olhos do amanhecer
Verdade que me leva a viver
Você é a espera na janela
A ave que vem de longe tão bela
A esperança que arde em calor
Você é a tradução do que é o amor…”

A primeira apresentação foi uma verdadeira declaração de amor dos alunos para suas famílias. Sentados e registrando tudo em fotos e vídeos, diversos pais se emocionaram e cantaram juntos a música Esperando na Janela da Banda Cogumelo Plutão. Hit nos anos 1990, a canção fala sobre solidariedade, carinho e cumplicidade. “Esses eventos são importantes porque aproximam a família da escola e contribuem para o desenvolvimento das crianças. Isso é bom para todos”, disse enquanto assistia a apresentação a mãe do Samuel, 6 anos, aluno do 2º ano, Marinalva Mendes.

A correria do dia-a-dia , às vezes, afasta os pais do ambiente escolar dos filhos, criando uma distância entre o que acontece em casa com o que acontece em sala de aula. Segundo a diretora da Escola Municipal Luiz da Paixão Viana, eventos como a ‘Festa da Família’ propõe a quebrar essa barreira, integrando família e escola.“Trazer os pais para escola é muito complicado, mas graças a Deus estamos conseguindo aproximar os país do ambiente escolar de seus filhos. Observe: hoje, é um dia útil de trabalho, está chovendo e muitos pais estão aqui, participando do nosso evento”, apontou Nely Christiane Bittencourt.

Ainda de acordo com a educadora, escola e família precisam trabalhar juntas com objetivo de contribuir com a formação educacional e cidadã das crianças. “Quando os pais são presentes na vida das crianças,acompanhando e incentivando , elas tendem a ter melhor desenvolvimento. Quando a família é ausente, percebemos na criança o não desenvolvimento, o desenvolvimento tardio ou o desenvolvimento com deficiência , isso é percepitivel”, alerta a educadora que garante que “família e escola é uma parceria que dá certo”.

As crianças se preparam nos últimos dias para recepcionar com muito amor suas famílias. Dezenas de trabalhos escolares decoravam as paredes do local com desenhos e textos explicitando esse sentimento de carinho. “Papai do Céu, obrigado pela minha família: meu pai, minha mãe e meus irmãos. Cuida deles por mim”, escreveu João Vitor em um pedacinho de papel em formato de coração que estava afixado ao lado de tantas outras mensagem próximo a cantina. “Meu Deus, quero te pedir que abençoe minha família e nunca deixe faltar comida” foi o que explicitou em poucas palavras a aluna do 5º Ano D, Larisa Rafael.

Durante o evento, a direção da escola também chamou a atenção de estudantes e pais sobre as diversas formações de famílias. Em poucas palavras, uma das professores destacou que a ampliação dessas formações familiares não interfere na vida das criança quando há respeito, solidariedade e , sobretudo, amor.

“Desliga! Desconecta! E sem pressa
Vem aproveitar o pôr do sol comigo
Aqui, e bem agora, nessa hora
Vou compartilhar o melhor arquivo
O tempo com você!”

Os versos simples da música Desconecta do compositor Daniel Salles entraram não apenas nos ouvidos, mas também no coração de muitas pessoas que participaram da ‘Festa da Família’. Já no finalzinho do evento, os alunos do 2º Ano A interpretaram a canção que faz uma reflexão sobre o comportamento humano em tempos de modernidade, apontando a distância entre pessoas queridas que estão o tempo todo ao nosso lado.

“Laços rompidos, famílias desfeitas
Mas funciona o 4G
E a gente segue só clicando
Mas continua a se perder “

Ao final da apresentação musical, a diretora da escola alertou todos presentes. “Foi dado o recado. Desconecta e aproveite mais cada momento com suas famílias”, destacou já em clima de despedida.

Fonte: Rodrigo Augusto

Mais Notícias