Guarda Civil encontra responsáveis por furto em escola e desbarata grupo de traficantes do bairro


26 de março de 2019
Foto: Arquivo Secom

As investigações da Guarda Civil Municipal de Aparecida a respeito do furto ocorrido na Escola Municipal Nova Olinda acabou surpreendendo os membros do Departamento de Inteligência da entidade. As investigações chegaram até um grupo de supostos traficantes que atuavam na região. Ao total foram presas cinco pessoas, dentre elas uma menor de idade que participava do bando. “Nossa equipe rapidamente encontrou o suposto responsável pelo crime e descobriu que se tratava de um dependente químico que realizava furtos na região para trocar por drogas. Os agentes seguiram o rastro dos produtos até chegar a uma casa onde o grupo se escondia” – explica Luziano da Costa Vale, secretário de Mobilidade e Defesa Social.

A Escola Municipal Nova Olinda já havia sido alvo de diversos furtos, sempre com os mesmos métodos. O último furto ocorreu na madrugada desta segunda-feira (25), quando um dos bandidos, Darlan Silva, arrobou a porta principal e roubou diversos utensílios da cozinha da escola. Os investigadores descobriram a identidade dele com ajuda da comunidade do bairro e logo, com ajuda da Ronda Escolar, chegou à casa onde estavam todos os objetos, localizada no setor Internacional Park. O secretário recebeu a imprensa na tarde desta terça-feira (26) para explicar os detalhes da operação, que agora está a cargo do Departamento de Polícia Civil do Estado de Goiás.

O desfecho desta investigação mostra como a cooperação dos diversos serviços de Inteligência que compõem o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM) só rende bons frutos. “O Departamento de Inteligência da Guarda Civil atuou de forma exemplar e a colaboração da comunidade também foi decisiva. Em breve, quando forem instaladas as 600 novas câmeras de vigilância ao nosso sistema de videomonitoramento e também a implantação dos mais de 500 quilômetros de redes de fibra óptica em todo o município, inclusive com um moderníssimo sistema de reconhecimento facial e comportamental, seguramente daremos um salto gigante na elucidação dos crimes de todas as ordens, inclusive de preservação do patrimônio público” – pontua o secretário. “Sobre os furtos nas escolas municipais, a Guarda Civil Municipal está agindo em parceria com a secretaria de Educação para ampliar as rondas nas imediações das unidades de ensino e também otimizar o tempo de resposta nas investigações”, comentou Luziano.

Fonte: Frederico Noleto

Mais Notícias