Prefeitura alerta para os riscos de aumento de casos: no 1º sintoma, agende o teste


13 de janeiro de 2021
Foto: Claudivino Antunes

Exame para diagnóstico da Covid-19 deve ser marcado pelo 0800-646-1590 ou aplicativo Saúde Aparecida (Android). Cidade tem capacidade para fazer dois mil testes diários

Não é hora de baixar a guarda, a pandemia da Covid-19 ainda segue fazendo vítimas. Portanto, a população deve continuar usando máscara, higienizando as mãos constantemente e fazendo distanciamento social. É o que recomenda a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida (SMS).

Apesar do risco baixo da cidade, que está com a taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19 na rede pública calculada hoje em 31%, a SMS alerta para os riscos de aumento dos casos. Nos primeiros dez dias deste ano, foram mais de 1 mil diagnósticos positivos. Segundo a SMS, todos esses pacientes já estão sendo monitorados.

O Superintendente de Atenção à Saúde, Gustavo Assunção, orienta que se o morador tiver contato com alguém infectado ou sentir algum sintoma leve, ele deve agendar o teste pelo telefone 0800-646-1590 ou pelo aplicativo Saúde Aparecida, compatível com sistema Android.

Para usar o aplicativo, basta acessar a Play Store, pesquisar o nome “Saúde Aparecida”, baixar o app e fazer o cadastro pessoal com o número do CPF e Cartão SUS.

Aparecida de Goiânia tem oito pontos de testagem, todos eles aplicando o teste RT-PCR, considerado pela comunidade científica padrão ouro para detecção da Covid-19. Além dos drive-thrus do Hospital Garavelo e da Cidade Administrativa, as amostras são coletadas nas UBS’s Expansul, Buriti Sereno e Tiradentes, e nas UPA’s Brasicon, Buriti Sereno e Flamboyant.

“Já nos primeiros sintomas é fundamental procurar atendimento médico. Isso é primordial na nossa estratégia de testagem em massa; assim, conseguimos evitar internações e agravamentos do quadro clínico”, explica o superintendente Gustavo Assunção.

Em caso de sintomas médios e graves, a orientação é ir diretamente a uma unidade de saúde.

Efeito fim de ano

A segunda onda de Covid-19 já é realidade no Brasil, conforme afirmou ao portal de notícias da rede britânica BBC o pesquisador Domingos Alves, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). A Secretaria de Saúde de Aparecida tem esse mesmo entendimento.

Em comparação com o aumento expressivo de novos casos e internações em cidades como Manaus (AM), Boa Vista (RR), Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP), a SMS avalia como discreta a elevação de casos em Aparecida nestes últimos dias.

“A movimentação nas festas de fim de ano refletiu no aumento da procura pelo teste, mas esse aumento, podemos dizer que é discreto dentro da estrutura que a Prefeitura de Aparecida tem montado no enfrentamento à Covid. Mesmo assim, estamos vigilantes e continuamos alerta ao avanço da doença”, afirma o superintende.

A Secretaria Municipal de Saúde tem capacidade para fazer diariamente 2 mil testes. Hoje, a demanda pela testagem está oscilando entre 500 e 600 amostras diárias.

Aparecida evitou o colapso

O secretário de Saúde de Aparecida de Goiânia, Alessandro Magalhães, ressalta que Aparecida conseguiu evitar o colapso na saúde no último ano e que trabalha para controlar cada vez mais a doença em 2021. Ele atribui o desempenho da cidade no controle da doença à criação dos 240 de leitos hospitalares exclusivos para tratamento da Covid-19, sendo 110 UTI´s, testagem em massa dos moradores, busca ativa por casos suspeitos e inquéritos populacionais, monitoramento dos casos confirmados, rastreamento, entre outras ações.

“Apesar, infelizmente, da escalada de mortes por Covid no Brasil, nesta semana ainda não tivemos nenhum óbito causado pela doença em Aparecida. Creio que nossa ampla testagem, já com 172 mil amostras coletadas, tem ajudado muito no controle da Covid, mas o importante mesmo é a população continuar sendo rígida nas medidas de prevenção”, finaliza o secretário.

Bairros com mais casos ativos no momento

Cidade Vera Cruz – 27

Jardim Buriti Sereno – 16

Setor Garavelo – 14

Bairro Cardoso – 12

Garavelo Residencial Park – 12

Parque das Nações – 09

Pontal Sul – 09

Colina Azul – 08

Mansões Paraíso – 08

Independência Mansões – 08

Histórico do combate à Covid

Logo após a Organização Mundial de Saúde declarar a situação de pandemia, a Prefeitura de Aparecida anunciou em março do ano passado um pacote de medidas sanitárias, financeiras e sociais de enfrentamento à Covid. O município também convocou mais de 700 profissionais de saúde e fechou o comércio não essencial por 30 dias para frear a onda de contágios.

Em junho, já com o primeiro drive-thru de testagem em funcionamento, o Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus, criado pela Prefeitura de Aparecida, autorizou o escalonamento regional de abertura do comércio e da indústria baseado no modelo israelense, equilibrando, assim, o combate à Covid e o funcionamento da economia.

No 2º semestre, Aparecida abriu mais dois postos de drive-thru de testagem e registrou a alta do milésimo paciente recuperado da Covid no Hospital Municipal de Aparecida (HMAP), que àquela altura já tinha em funcionamento 130 leitos criados pela gestão municipal para tratamento exclusivo da doença.

Outro fator importante na atuação da SMS foi a abertura das Unidades Básicas de Saúde para atendimento de pacientes com sintomas gripais, que são os mesmos da Covid-19, sem necessidade de agendamento de consulta, e o monitoramento dos doentes pela equipe de telemedicina e por meio de exames laboratoriais a cada 48 horas, além do empréstimo de oxímetros. A estratégia auxilia na intervenção precoce e evita agravamento do quadro dos pacientes.

Texto: Allan David

Mais Notícias