Prefeitura entrega certificados de qualificação do Projeto Técnico Social


11 de outubro de 2017
Foto:

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social, desenvolve, em parceria com o Governo Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, o Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS). O projeto trabalha a pós-ocupação dos moradores dos conjuntos habitacionais do município, e dentre as ações realizadas, são ofertados cursos profissionalizantes. Na última terça-feira, 10, cerca de 45 moradores do Condomínio Águas Claras receberam certificados dos cursos de capacitação em Custura Industrial, Informática Básica e Montagem e Mantenção de Computadores.

“A política de habitação em Aparecida vai além da entrega de unidades habitacionais. O Projeto de Trabalho Técnico Social desenvolve ações de apoio e fortalecimento à participação efetiva das famílias beneficiárias, por meio de atividades que promovem a inclusão social e produtiva, visando garantir habitabilidade familiar e comunitária, geração de renda e, consequentemente, a sustentabilidade do empreendimento”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ozair José da Silva.

Além dos cursos profissionalizantes o projeto oferece ao conjunto habitacional assistência social, verba para manutenção e melhorias na infraestrutura do condomínio, palestras de diversos temas como Preservação do Meio Ambiente, Alimentação Saudável, Educação Sanitária, Oficina de Convivência Comunitária, Educação Patrimonial, e também, incentivo esportivo para crianças e adolescentes. Tudo de forma gratuita para toda a comunidade. “Com todo esse suporte, as 336 famílias residentes no Condomínio Águas Claras, terão garantias a qualidade de vida e dignidade que tanto trabalhamos para que a população de baixa renda alcance”, reiterou o secretário.

A administração municipal é encarregada em promover os cursos nas áreas de emprego e renda e conta com apoio de outros órgãos municipais ligados ao setor, como Secretaria de Trabalho por meio do Sine, e de outras instâncias, como o Sesi/Senai de Goiás.

Fonte: Rackel Vieira

Mais Notícias